top of page
Buscar

Marketing Social: uma estratégia de mudança

O consumo brasileiro está mudando, não basta somente lucrar é preciso ter um propósito de marca. O consumidor está preocupado com o impacto social e ambiental que gera no mundo onde vive e por isso houve um aumento na responsabilidade social das empresas.




Antes as empresas patrocinavam atividades sociais com o objetivo de ampliar a marca, hoje elas deveriam estar realmente preocupadas com o impacto positivo que deixarão.


Francine Lemos, fundadora da empresa Cause, afirma que “abraçar um propósito vai muito além de uma campanha pontual”. Em uma entrevista para o Meio&Mensagem ela compartilha que a diferença entre uma comunicação de causa e uma campanha está na consistência do que a marca faz de fato. 



Uma ferramenta de marketing vem ganhando espaço no mercado: o Marketing Social.


O termo Marketing Social não é uma "modinha" ou algo que "inventaram pelo hype", ele apareceu pela primeira vez em 1971 e, segundo o king of marketing Philip Kotler, são as principais técnicas de marketing para a promoção de uma causa, ideia ou comportamento social. Esse marketing não tem como objetivo incentivar o consumo, mas sim fornecer um propósito para a marca, agregando valor e conquistando a fidelidade dos clientes (que aliás procuram isso em tudo que consomem!).


Lembram da pirâmide de maslow que fala sobre as nossas necessidades básicas? Ela está mudando! O consumidor está subindo ao topo da pirâmide onde a riqueza material está sendo substituída pela felicidade pessoal. Por isso, o Marketing Social entra como um fator importante para suprir a necessidade de pertencimento do consumidor.

O Marketing para causas sociais, ou Marketing Social, é uma estratégia de posicionamento, que associa uma empresa a uma questão social, com o objetivo de ajudar ambas as partes. Para que essa parceria dê certo, é muito importante assegurar que a marca e a causa compartilhem o mesmo território, tanto de valores como de crenças. É importante deixar como dica que não é uma tarefa fácil, já que lida com dois mundos diferentes, o comercial e o voluntário. As duas partes precisam se unir com transparência e com intenção de compromisso.


O Marketing Social é uma estratégia de posicionamento, que associa uma empresa a uma questão social.


Para criação de uma campanha de Marketing Social são necessários 6 elementos:

  • Agente de mudança: uma pessoa, organização ou entidade que tenha objetivo de causar uma mudança social;

  • Causa social: um objetivo que busca uma resposta a um problema social;

  • Problema social: problemas que envolvem 1) qualidade de vida; 2) capacitação pessoal; 3) convivência pessoal e 4) sobrevivência;

  • Produto social: ideias e comportamentos que podem ser adotados ou abandonados pela sociedade no processo de mudança;

  • Canais: meios para transmitir influência e trocar informações para o público;

  • Adotantes: indivíduos ou grupos que são impactados pela mensagem da campanha.



O que achou das dicas? E o que acha de começar a aplicar, aos poucos, essas estratégias no seu negócio ou na empresa que você trabalha? Tenho certeza que fará diferença! :)


Júlia Esther


Referências:

THOMPSON, Marjorie. PRINGLE, Hamish. Marketing Social: marketing para causas sociais e a construção das marcas. São Paulo: Makron Books, 2000.

KOTLER, Philip. Marketing 3.0: as forças que estão definindo o novo marketing centrado no ser humano. São Paulo: Campus, 2010.

ZANONE, L.C. Marketing Social. São Paulo: Thomson Learnin, 2006.

0 comentário

Comentarios


bottom of page